Fogão a lenha gera eletricidade para
moradores isolados na floresta

Acre tem 25 mil famílias que moram em locais remotos.
Fogão-gerador permite uso de lâmpadas, TV e geladeira.

Dennis Barbosa Do Globo Amazônia, em Rio Branco - o jornalista viajou a convite da Embaixada da Alemanha




O aparelho tem uma máquina a vapor embutida. (Foto: Divulgação)


O Acre tem cerca de 25 mil famílias que vivem em regiões de difícil acesso. A ausência de rede elétrica acaba deixando essas pessoas ainda mais isoladas e sem confortos básicos, como televisão, rádio e geladeira. Pensando nisso, o inventor Ronaldo Sato desenvolveu um fogão a lenha capaz de produzir eletricidade.

Adotado e produzido pelo governo do Acre, o aparelho tem tecnologia simples: uma máquina a vapor move um gerador que alimenta uma bateria. Com oito horas de fogo é possível gerar eletricidade para alimentar quatro lâmpadas econômicas e um televisor por quatro horas.

Segundo a Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), apesar de o sistema funcionar com vapor, o aparelho não é perigoso porque uma válvula se abre automaticamente sempre que necessário, aliviando a pressão.


Levar o fogão a pontos remotos do Acre pode ser um verdadeiro desafio. (Foto: Divulgação)

O fogão funciona com qualquer tipo de biomassa – lenha, serragem, restos de madeira. Um novo projeto acoplou um freezer ao sistema diretamente, ou seja, a máquina a vapor gira o motor do refrigerador, sem ser necessária a geração de eletricidade.

O fogão-gerador custa R$ 5 mil. Como o preço é alto para o público a que se destina, o governo está doando o equipamento. Até agora foram produzidas 63 unidades, mas outras 300 devem ficar prontas até o fim do ano.

A expectativa da Funtac é que o fogão seja incluído no Programa Luz Para Todos do governo federal, o que permitiria que fosse produzido em escala, barateando seu preço.


Família beneficiada com o fogão posa com o aparelho recém-recebido. (Foto: Divulgação)




 

Listamos abaixo os Bancos de dados da AMI:
       
Banco de Operações Negociais
        Banco de Tecnologias Sociais
        Banco de Políticas Institucionais

Obs.: disponíveis somente para os associados da AMI, seja um sócio da Ação Maçônica Internacional, para maiores informações  CLIQUE AQUI