Conheça os peixes ornamentais da Amazônia

PA e AM são os estados que mais exportam peixes de aquário no país.
Captura é feita com autorização e movimenta milhões de reais.


Um pedacinho da Amazônia pode estar vivendo dentro da sua casa, sem você saber. A região de Barcelos, no Amazonas, é uma das mais ricas do planeta em peixes ornamentais, que são capturadas lá e vivem em aquários espalhados por todo o mundo.

Siga o Globo Amazônia no Twitter

Segundo as últimas estatísticas do Ibama, o Brasil exportou, em 2007, R$ 5,9 milhões em pequenos peixes de água doce, sendo que 90% desse valor veio de espécies capturadas no Pará e no Amazonas. O animal mais popular é foi o tetra cardinal (Paracheirodon axelrodi), da Região Norte, que alcançou a marca de 18,3 milhões de unidades exportadas.



Acará-disco é uma das 'estrelas' da Amazônia. Na reserva de Amanã, a coleta é acompanhada de estudos científicos para causar pouco impacto sobre a natureza. (Foto: Henrique Lazzarotto-Instituto Mamiraúa/Divulgação)

A maior parte da atividade é feita de forma legal, e o Ibama tem uma lista de 379 espécies que podem ser coletadas. Na reserva de Amanã, no Amazonas, a captura é feita com o acompanhamento de cientistas, que estudam a melhor forma de tirar os peixinhos da natureza com o mínimo impacto.

Confira alguns dos peixes amazônicos mais populares:


Foto: Wikimedia Commons
Tetra Cardinal, Neon Cardinal, Neon
Paracheirodon axelrodi

É, de longe, o mais popular. Por ser pequeno, bonito e fácil de criar, ganhou a preferência de aquaristas ao redor do planeta. Tem um parente muito parecido com ele, o neon verde (Paracheirodon simulans) que também está entre os mais populares da Amazônia.


Foto: Wikimedia Commons
Limpa-vidros
Otocinclus affinis e Otocinclus vittatus


Pequenos, são muito procurados por seus serviços de “higienização” nos aquários.



Foto: Wikimedia Commons
Rodóstomus, rodóstomus falso
Hemigrammus bleheri

Chamam a anteção pela cabeça vermelha e pelo rabo listrado.



Foto: Wikimedia Commons
Coridora, limpa-fundo
Corydoras sp


Simpáticas e pacíficas, adoram comer uma minhoca.



Foto: Wikimedia Commons
Peixe-borboleta
Carnegiella strigata

Faz jus ao nome, e literalmente voa para fora do aquário se uma tampa não


Colaboração:
Do Globo Amazônia, em São Paulo


Listamos abaixo os Bancos de dados da AMI:
       
Banco de Operações Negociais
        Banco de Tecnologias Sociais
        Banco de Políticas Institucionais

Obs.: disponíveis somente para os associados da AMI, seja um sócio da Ação Maçônica Internacional, para maiores informações  CLIQUE AQUI