Salomão e o Templo no Livro da Lei

Ir.'. José Maurício Guimarães


Os livros da Bíblia são setenta e dois: 46 no Antigo Testamento e 26 no Novo Testamento.

O Antigo Testamento compreende os livros escritos antes do nascimento de Jesus e divide-se em quatro grandes grupos: primeiro, o PENTATÊUCO, atribuído a Moisés, contendo os livros de Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio; depois os livros HISTÓRICOS (Josué, Juizes, Rute, Samuel 1, Samuel 2, Reis 1, Reis 2, Crônicas 1, Crônicas 2, Esdras, Neemias, Tobias, Judite, Ester, Macabeus 1, Macabeus 2), os SAPIENCIAIS (Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico Dos Cânticos, Sabedoria, Eclesiástico) e os PROFÉTICOS (Isaías, Jeremias, Lamentações, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oséias, Joel, Amos, Abdias, Jônas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias, Malaquias).

Notas sobre o início do reinado de Salomão no Antigo Testamento:

A sucessão (Livros Históricos, Reis 1): Estando velho o rei Davi, Adonias, o filho dele com Hagite, disse: “Eu reinarei”. E preparou carros, cavaleiros, e homens armados. Porém, Zadoque, o sacerdote, Benaia, Natã, o profeta, Simei, e os poderosos que apoiavam Davi, não concordaram com o golpe astuto de Adonias. Natã procurou Bate-Seba, mãe de Salomão, e aconselhou-a convencer Davi, lembrando da promessa que fizera de que Salomão reinaria depois dele. Bate-Seba foi à câmara do Rei, em companhia de Natã. Fez o velho rei confirmar a promessa e denunciou Adonias que já estava reinando. Davi sentiu-se traído e disse a Bate-Seba: “Teu filho Salomão é quem reinará depois de mim e se assentará no meu trono! Que isso se cumpra no dia de hoje!” E disse a Zadoque e a Natã: “Fazei subir a meu filho Salomão e levai-o a Giom. Ali o ungirão rei sobre Israel; e ele se assentará no meu trono para reinar em meu lugar”. Então, Zadoque tomou o óleo do tabernáculo, e ungiu Salomão. E tocaram-se as trombetas, e todo o povo saiu para aclamar o novo rei, dizendo: “Viva o rei Salomão!”

- Salomão iniciou a construção do Templo de Jerusalém, no Monte Moriah, no quarto ano de reinado ( 968 AC ). O Templo foi destruído por Nabucodonosor II, rei de Assíria, em 592 AC . Em 536 AC , o rei persa Ciro autorizou a reconstrução do Templo por Zorobabel, príncipe de descendência direta de Davi. No ano 168 AC , Antioco Epifanes IV, rei da Síria saqueou o Templo de Jerusalém. Para humilhar os hebreus, ofereceu carne de porco sobre o Altar. Mais tarde, por volta de 44 AC, Herodes, o Grande, começou a reconstruir o Templo.

- Neste ponto começa a transição na história do Templo e dos reis. O nascimento de Jesus marca o ano 1 de nossa era. Ele é recebido por João Batista, inicia sua missão, conhece o Templo de Herodes em Jerusalém, é preso, sumariamente julgado e condenado à morte.

O Novo Testamento é composto pelos livros escritos depois do nascimento de Jesus e divide-se em três grupos: a) os Evangelhos atribuídos a Mateus, Marcos, Lucas e João, seguidos de: b) os Atos dos Apóstolos; c) as Epístolas de Paulo; d) as Epistolas Católicas (isto é – universais) escritas por Tiago, Pedro, João e Judas e, finalizando: d) o Apocalipse ou Revelação.

Nota histórica sobre o Templo de Jerusalém no Novo Testamento: No ano 70 de nossa era, um soldado romano incendiou o Templo que ficou destruído para sempre.




 

Listamos abaixo os Bancos de dados da AMI:
       
Banco de Operações Negociais
        Banco de Tecnologias Sociais
        Banco de Políticas Institucionais

Obs.: disponíveis somente para os associados da AMI, seja um sócio da Ação Maçônica Internacional, para maiores informações  CLIQUE AQUI